Cursos e Eventos

Nenhum curso ou evento agendado

Boletim Informativo

Salvador teve o melhor desempenho fiscal entre as capitais em 2018

Segundo estudo da FIRJAN, a cidade de Salvador (BA) teve o melhor desempenho fiscal entre as capitais dos estados brasileiros. O Gerente de Estudos Econômicos da FIRJAN informou que das 5.337 cidades que enviaram dados sobre a situação fiscal, 1.856 (34,8% do total) receberam nota zero no índice. No total, 57,5% das cidades estão em situação crítica. Dos Municípios analisados, os únicos que receberam notas máximas em todos os indicadores (Gestão Fiscal, Autonomia, Gastos com Pessoal, Liquidez e Investimentos) foram: Costa Rica (MS), Gavião Peixoto (SP), São Pedro (SP) e Alvorada (TO). 

A classificação das capitais foi a seguinte:

1º - Salvador (BA) - índice de 0.8621;

2º - Rio Branco (AC) – índice de 0.8450;

3º - Manaus (AM) – índice de 0.8022;

4º - Fortaleza (CE) – índice de 0.7869;

5º - Vitória (ES) – índice de 0.7825;

6º - Curitiba (PR) – índice de 0.7692;

7º - Boa Vista (RR) – índice de 0.7544;

8º - São Paulo (SP) – índice de 0.7371;

9º - Belo Horizonte (MG) – índice de 0.7313;

10º - Palmas (TO) – índice de 0.6951;

11º - Recife (PE) – índice de 0.6886;

12º - João Pessoa (PB) – índice de 0.6715;

13º - Teresina (PI) – índice de 0.6375;

14º - Goiânia (GO) – índice de 0.6359;

15º - Aracaju (SE) – índice de 0.6338;

16º - Macapá (AP) – índice de 0.6275;

17º - Porto Alegre (RS) – índice de 0.6034;

18º - Florianópolis (SC) – índice de 0.5943;

19º - Maceió (AL) – índice de 0.5501;

20º - Porto Velho (RO) – índice de 0.5491;

21º - Belém (PA) – índice de 0.5409;

22º - Campo Grande (MS) – índice de 0.5408;

23º - Natal (RN) – índice de 0.5277;

24º - Cuiabá (MT) – índice de 0.4931;

25º - Rio de Janeiro (RJ) – índice de 0.4227;

26º - São Luís (MA) – índice de 0.3582.

Fonte: Federação das Indústrias do Rio de Janeiro – FIRJAN, em 01/11/2019.