Cursos e Eventos

Nenhum curso ou evento agendado

Tributos Municipais - todos os artigos

Serviços de propaganda e a substituição tributária - 02/10/2014


Um assinante faz a seguinte consulta: “Decreto do meu Município estabelece a responsabilidade por substituição aos tomadores de serviços prestados por empresas não estabelecidas neste Município. Uma Agência de Propaganda prestou serviços para uma empresa deste Município, e esta efetuou o pagamento do ISS pela alíquota do ...

Continuar lendo


Diferenças entre substituição e retenção na fonte - 02/10/2014


Pergunta de um assinante: “Gostei da lei do Município XXX quando trata da substituição tributária no ISSQN. Favor examiná-la e enviar seus comentários”. Resposta do Consultor: A lei do Município de XXX apresenta certas irregularidades que não deveriam ser repetidas na lei do seu Município. Para explicar, permita-me fa ...

Continuar lendo


STF – Incide ISS quando a suposta locação não estiver claramente segmentada da prestação de serviço - 23/09/2014


Relembrando: Supremo Tribunal Federal: "A Súmula Vinculante 31, que assenta a inconstitucionalidade da incidência do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza – ISS nas operações de locação de bens móveis, somente pode ser aplicada em relações contratuais complexas se a locação de bens móve ...

Continuar lendo


Caldeiraria: IPI ou ISS? - 06/09/2014


Um assinante do serviço Consultoria à Distância pergunta sobre a atividade de caldeiraria, encaminhando, inclusive, cópias de algumas notas fiscais exemplificativas. O consulente quer saber, basicamente, se tal atividade é tributada pelo IPI ou pelo ISS. Abaixo, a resposta do Consultor. Caldeiraria compreende atividades executadas pelo uso de caldeiras, expr ...

Continuar lendo


Mais uma vez, o conflito ICMS x ISS - 02/08/2014


  Mais uma vez, o conflito ICMS x ISS Assinante do Consultor Municipal pede mais esclarecimentos sobre as tais atividades mistas, que envolvem fornecimento de mercadoria e prestação de serviço. Volta-se, assim, ao velho tema. A dualidade ICMS x ISS sempre foi assunto tormentoso e tanto a doutrina quanto a jurisprudência ainda carecem de uma “bridge ov ...

Continuar lendo


Comentários ao ISS de ensino a distância - 21/07/2014


O Decreto nº 5.622/2005, da Presidência da República, define ensino a distância como uma modalidade educacional na qual a mediação didáticopedagógica ocorre com a utilização de meios e tecnologias de informação e comunicação, com os estudantes e os professores desenvolvendo atividades educativas em lugares ou tempos diversos. Alguns autores, como o Professor Márcio Silveira Lemgruber da Universida ...

Continuar lendo


O marco inicial da contagem da prescrição do IPTU - 09/07/2014


O comentário que se segue é decorrente da jurisprudência do Superior Tribunal de Justiça. De acordo com o art. 174 do Código Tributário Nacional, a ação para a cobrança do crédito tributário prescreve em 5 (cinco) anos, contados da data da sua constituição definitiva. Nos casos de tributos lan&ccedi ...

Continuar lendo


Quando o profissional autônomo pede cancelamento ou suspensão de sua inscrição - 04/07/2014


Um assinante do serviço “Consultoria a Distância” fez a seguinte pergunta:Um problema que sempre nos aflige é o pedido do profissional autônomo paracancelar sua inscrição. Não sabemos se podemos, simplesmente, acatar ourecusar. O que fazer nesses casos?A resposta:Nos idos de 1965, quando ocorreu a reforma tributária no Brasil, a Comissãode Reforma justificava em relatório a extinção do Imposto de ...

Continuar lendo


O ISS e as tarifas bancárias - 24/06/2014


No jargão bancário, “tarifa é a contrapartida de uma prestação de serviço”, é areceita decorrente do serviço prestado. Por conseguinte, sempre que o Bancoregistra uma receita sob o título de ‘tarifa’, sabe-se de antemão que se trata dacobrança de uma prestação de serviço.Neste sentido, pouco importa a conta onde a receita de tarifa foi contabilizada,pois tarifa sempre será decorrente de um serviço ...

Continuar lendo


O ISS nos serviços de organização de eventos e bufê - 31/05/2014


Um assinante do Consultor Municipal pergunta: “Uma empresa exerce aatividade de ‘Organização de Festas e Recepções e serviços de bufê’. O seuestabelecimento é o próprio salão de festas onde presta serviços. Ocorre queela só emite notas fiscais de venda de bebidas e alimentos (ICMS), alegandoque não cobra pelos serviços. Está correto este posicionamento?Resposta:O subitem 17.11 da lista de serviços ...

Continuar lendo


1 2 3 4 5 6 7 8 9